E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Você é o que consome

Por: Leonardo Pereira
01/09/2015
Você é o que consome 

O título que encabeça nossa coluna de hoje, facilmente poderia dizer respeito à um artigo relacionado à nutrição, pois muito do que vem como tendência austríaca da alimentação (lá estão alguns dos melhores spas do mundo, leia-se Viva Mayr), diz que além disso, você é o que digere.

 

Que ótimo né..., mas, e concurso público? Eu diria que a relação é simétrica e guarda absoluta relação com o efeito de como nos portamos diante das oportunidades nas carreiras públicas. Somos movidos pelas notícias alardeantes da expectativa da publicação de um edital, vivendo essa ansiedade em coletivo nos fóruns e blogs de discussão.

 

Os sites especializados, que nos fornecem a informação do dia, fomentam uma disputa pouco inteligente do que poderia ser um cenário muito mais tranquilo no processo de aprovação em concursos públicos. E a culpa não é deles, assim como a culpa de nossos quilos excedentes não é dos brigadeiros que comemos no final de semana. É nossa mesmo.

 

Distanciamo-nos do que deveria ser nossa rotina de estudos e pior, afastamo-nos da escolha pelo edital que nos traria maior satisfação laboral quando nos deixamos levar pela massacrante onda de notícias relacionadas a um pequeno número de concursos.

 

Alimentar-se bem dá trabalho, bem como buscar as informações adequadas ao concurso que mais se relaciona com a sua felicidade / aptidão. Assim, em lugar de consumir somente o que é trazido na primeira página, por que não dedicar algumas horas de um único dia seu, informações sobre carreiras públicas, áreas de atuação, plano de carreira, localidade de prestação do serviço público, carga horária laboral semanal, periodicidade dos concursos daquela determinada área, remuneração, número de candidatos chamados em cada um dos 3 últimos certames, programa do concurso, formação exigida e prazo de validade da autorização de um concurso.


Parece complexo, mas não é, sendo certa a sua tranquilidade após o estudo inicial. Grande parte da ansiedade dos concurseiros decorre dessa falta de informação sobre o concurso e a carreira que pretendem seguir, roubando espaço para o estudo propriamente dito. E menos estressado e mais focado, você se sente seguro para abrir mão de concorrer, com o resto da população concurseira, pelo próximo mega badalado edital, focando tempo e dedicação para o edital que, de fato, faça mais sentido aos seus propósitos.

 

Logo, justificando a aplicação do título ao tema, se você passar a consumir mais informação qualitativa sobre a sua aptidão nas carreiras públicas, o resultado será naturalmente mais tranquilo e menos estressante para você.

 

Bons estudos!

 

Leonardo Pereira é Diretor Acadêmico do IOB Concursos. Advogado graduado pela PUC de Minas Gerais. Possui pós-graduação em Direito Público e em Direito Privado, ambas pelo Instituto Metodista Isabela Hendrix. Mestre em Direito Empresarial pela Faculdade de Direito Milton Campos. Ex-Diretor de Ensino do Praetorium, Instituto de Pesquisa, Ensino e Atividade de Extensão em Direito.

 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar