E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Técnicas e dicas de memorização – Entenda tudo!

Por: Editorial IOB Concursos
11/09/2014
 Por Charles Peterson

 

Sabemos que as pessoas possuem vários hábitos de estudos para que a memorização seja mais eficaz. Algumas são melhores lendo, outras esquematizando ou simplesmente assistindo aula, mas existe uma formula para a memorização eficaz de pessoa para pessoa mesmo?

A seguir o professor Charles Peterson nos explica melhor sobre o assunto.


Charles Peterson é Prof. e Coach especialista em Planejamento de Carreira Pública.  Certificado pela Sociedade Brasileira de Coaching nas modalidades: Personal & Professional Coaching® e Executive Coaching®.

Experiência de mais de 10 anos realizando atendimento individual e personalizado aos candidatos a concursos públicos;

Professor de Técnicas de Estudo da Faculdade IBS Business School – Credenciada FGV (Fundação Getúlio Vargas);

Ministra cursos e treinamentos de como falar em público, desenvolvimento pessoal e  preparação para prova oral;

Formação  acadêmica:

Graduado em Filosofia, possui conhecimento e aprendizagem constante nas áreas do direito, psicologia e administração de empresas, além de conhecimentos mais específicos em neurociência, processo de aprendizagem, de memorização e processo de coaching para Concursos Públicos.

 

Para entendermos melhor sobre o processo de memorização dos seres humanos é preciso conciliar dois fatores:

1 - Que cada ser humano é único;

2 - Que o cérebro tem suas leis de funcionamento. 

 Bem, se o aluno conhecer como o cérebro humano funciona, bem como entender como ele, aluno, funciona, as coisas irão dar muito mais certo. Por exemplo, tem gente que gosta de estudar a noite e dizem que são pessoas "noturnas". Esta é a forma que este aluno especificamente funciona. Por sua vez, nosso cérebro funciona melhor, no que diz respeito ao processo de memorização, quando nós estamos mais focados, relaxados e com planejamento. Ora, não importa se o aluno irá estudar a noite ou pela manhã, e sim se o aluno está estudando com foco, calma e com planejamento. 

            Outro exemplo, o cérebro memoriza muito mais informações quando estas são contentemente praticadas ou repetidas. Por sua vez, tem aluno que diz que aprende mais ouvindo aula que lendo livro ou fazendo resumos. O problema aqui é outro, pois uma coisa é aprender e outra é memorizar. São fenômenos cerebrais diferentes. Vejamos. Para memorizar algum conteúdo temos que, primeiramente, aprender tal conteúdo. E para memorizar temos que fazer o que? Não é aprender novamente, asseguro. Para memorizar temos que revisar, repetir e treinar. O que estou querendo dizer é que não basta aprender para memorizar. Somente memorizamos quando repetimos com regularidade. O processo de memorização não ocorre instantaneamente. Por isso muitos alunos esquecem o que aprendem. 

            A fórmula de memorização é uma bem simples: tudo que você aprender você tem que revisar.  

A melhor técnica de memorização é aquela que exige menos revisão. Resumos esquemáticos que contenham gatilhos/links são muito eficazes. 

            Existe uma receita para se ter sucesso nos estudos!

Em suma, para se ter sucesso nos concursos é preciso equilibrar Planejamento, Método de Estudo e Lado Pessoal. Estando estes três aspectos equilibrados, além de um bom conteúdo em mãos, ou seja, livros/cursinhos e etc, o aluno está bem mais a frente que a grande maioria que quer passar mas não sabe nem por onde começar. 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar