E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Servidora pública, mulher e mãe

Por: Vanessa Cagliari
08/05/2015
Servidora pública, mulher e mãe 

Professora, juíza, policial civil e mãe. Esses são alguns dos várias papéis que as servidoras públicas exercem com muita versatilidade, dedicação e competência. No dia 10 de maio, é comemorado o Dia das Mães, uma data para agradecer e retribuir toda a dedicação dessas grandes mulheres que se empenham em ser cada vez melhores para seus filhos. Pensando nisso, o IOB Concursos conversou com a professora e servidora pública, Mariluce Silva para saber da importância do seu trabalho.   

 

De família humilde, Mariluce nasceu em Itabuna, município do estado da Bahia e conta que sempre sonhou em dar aulas. “Dar aula é o meu dom e sempre tive vontade de fazer Magistério. Além disso, pretendo me especializar em Pedagogia e Letras, pois gosto muito de língua portuguesa”, conta.    

 

 

Mãe de dois filhos, ela trabalha há 8 anos como professora de ensino fundamental da Escola Municipal Terezinha do Menino Jesus Calil na cidade de Monte Mor (SP) e ressalta que o trabalho do servidor público exerce grande relevância para a sociedade. “A minha função de educadora, por exemplo, é muito importante, pois o professor não tem somente o trabalho de ensinar, mas também, de educar”, afirma.

 

O professor é uma das profissões mais antigas e mais importantes pelo seu papel na formação do cidadão, pois auxilia na construção do conhecimento, assumindo o papel de promotor, orientador e motivador do aluno. São eles que incentivam e desenvolvem o potencial de cada indivíduo, conforme explica Mariluce. O professor deve ser um modelo, um exemplo. Ele pode contribuir de maneira positiva na formação da criança ou ao contrário, pode acabar com a vida da criança, apenas com uma palavra dita de forma errada. Então, o professor ajuda, também, na autoestima e na formação da personalidade da criança”, destaca.

 

Quando perguntada se a sensibilidade da mulher contribui para a realização de um bom trabalho, ela responde que sim e que, além disso, a mulher difere do homem na versatilidade “Como sou mãe de dois filhos, um de 20 anos e outro de 22, o meu lado maternal acaba interferindo no meu trabalho como educadora. Eu consigo dar bronca e, no mesmo instante, dar carinho. Ser mãe, para mim, é cumprir a mais bela missão que uma mulher pode ter. A minha relação com meus filhos, para os dias de hoje, é ótima, pois eles conversam abertamente sobre qualquer assunto, gostamos da companhia um do outro. Há um sentimento mútuo de respeito e cumplicidade entre nós. Estaria mentindo se dissesse que de vez em quando há briguinhas, até porque, somos seres humanos cada um com seu jeito e preferências. Meus filhos me ensinaram a viver na dependênia de Deus e a me humilhar todas as vezes que forem necessárias por causa deles, me tornando uma pessoa melhor e mais flexível", conclui. 

 

O IOB Concursos deseja um feliz Dia das Mães à todas as mães funcionárias públicas e todos os professores que contribuem para uma sociedade cada vez melhor. 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar