E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Saiba como estudar para concursos da banca FCC

Por: Editorial IOB Concursos
07/12/2016
banca FCC 


Responsável pela organização de concursos públicos federais, estaduais e municipais, a banca organizadora Fundação Carlos Chagas, mais conhecida como FCC, é tradicional em organizar concursos públicos de tribunais, e, inclusive, está sob a sua organização o concurso do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), que ofertou vagas de técnico judiciário e analista judiciário.

 

 

Saber como estudar para concursos da banca FCC e conhecer as características das questões são estratégias primordiais para estar devidamente preparado para o dia da prova.

 

 

O que o candidato precisa saber é que a banca FCC cobra em suas provas todo o conteúdo indicado no edital do concurso, uma das características mais marcantes desta banca organizadora. Portanto, se atentar a todos os detalhes pedidos para o cargo deve ser a primeira atitude do candidato.

 

 

As questões das provas são geralmente objetivas e contam com 5 alternativas. Um método utilizado nos enunciados é pedir para o candidato assinalar a alternativa incorreta, pegando muita gente de surpresa. Neste caso, a recomendação máxima é ler e interpretar cada questão com muito cuidado e atenção, pois embora as alternativas sejam afirmações elas não respondem à pergunta do enunciado. 

 



Na prova de Língua Portuguesa, a FCC costuma colocar textos extensos, justamente para cansar o candidato ao longo da prova e, com isso, tirar alguns pontos importantes. As questões vêm com interpretação de texto e gramática, sendo que, geralmente, são descontextualizadas. Em relação à gramática, é fundamental dominar concordância, regência e os tempos e modos verbais, pois esses temas costumam dominar a parte gramatical das provas da FCC.

 

 

Em relação à disciplina de Raciocínio Lógico, a característica principal das questões da FCC é misturar lógica com matemática, uma dificuldade para algumas pessoas que não têm familiaridade com a banca. Diferente do Cespe que cobra questões com proposições, a Fundação Carlos Chagas se caracteriza por cobrar questões que envolvam o julgamento de uma afirmação, como verdade e mentira, e testes hipotéticos que acompanham sequências lógicas.

 

 

Nas questões ligadas ao Direito, o candidato precisa entender que, seja qual for o concurso, o conhecimento literal da lei é essencial. Quem estuda para concursos públicos de Magistratura, além de dominar a literalidade da lei, deve ter um aprofundamento maior na doutrina e jurisprudência.

 

 

Em redação, os temas podem ser apresentados de diferentes formatos, podendo vir em forma de frase única ou em texto. Nesse caso, o candidato deve ter cuidado para não interpretar o enunciado de forma parcial, pois o foco do texto pode ser desviado na hora de desenvolver a redação. Os tipos de redação geralmente solicitados nos concursos da FCC são a dissertação expositiva, que diz respeito ao texto analítico imparcial; e a redação argumentativa, que consiste na expressão clara de opinião por meio de argumentos.

 

Uma das melhores estratégias de estudo para concursos para conquistar a aprovação é dominar as particularidades das bancas organizadoras. Por fim, a melhor forma de estudar para concursos da FCC é por meio da resolução de muitos exercícios, uma vez que existem pontos que sempre são cobrados em suas provas, e a prática constante de exercícios possibilita o reconhecimento destes tópicos.

 

 

Bons estudos!

 

 

E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades


 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar