E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

O tempo tão necessário para se organizar

Por: Editorial IOB Concursos
03/12/2013
 Por  Luiza Ricotta


Descrição: https://www.iobconcursos.com/_arquivos_fck/Luizaricotta.jpg
Luiza Ricotta é psicóloga, trabalha com desenvolvimento profissional e pessoal, sendo Coaching de candidatos à carreira pública. Professora em cursos de pós-graduação e preparatórios para concursos. Articulista e conteúdista. Criou e desenvolveu método de trabalho de preparação emocional em concursos. Autora do livro "Concurso Público - como vencer esse desafio".

 


Tudo o que fazemos, faz parte de uma dimensão concreta, de ações propriamente ditas. E também de outra realidade, subjetiva, cujo tempo é vivenciado,  sentido, pensado e refletido em novas maneiras de decidir a vida. De nada adiantaria, sermos capazes de realizar tantas atividades mecanicamente. Precisamos da sensibilidade, para que tenhamos a intensidade do que vivemos. Talvez seja essa uma das maneiras de sermos autores de nossos atos. Pois como sabemos, qualquer um pode fazer o que você faz. Mas o que não podem fazer como você, é sentir como você, pensar como você!

De forma mágica a administração do tempo nos possibilita extrair o que de melhor ele pode nos oferecer: ideias!

Sim as ideias são diferentes, são resultados do seu dialogo interior diante da realidade que se vive. Aquele que não tem ideias está tão bitolado que não consegue sair da mesma marcha, apenas segue.

Quem apenas segue não emprega em suas ações a energia necessária, fica sem potência e questiona-se, deu tanto valor ao tempo concreto que espera por resultados previsíveis e palpáveis. A essência da vida está em perceber o que não estávamos esperando bem, como o de observar caminhos que nos são decodificados quando afloramos nosso tempo interior diante das nossas atividades: - os nossos sentidos, o prazer, a satisfação, a identificação dos limites, o inusitado e inesperado que existe em torno da dimensão deste tempo, tanto que muitas vezes nos surpreendemos ao desvendar consequências de nossas atitudes.

A ação do tempo está sempre presente em nossas vidas, parece até que, a nos cobrar do quanto podemos ou devemos despender para determinada atividade, do melhor modo a fim de desfrutá-lo. E o tempo passa! E como! Implacável como ele é, não nos deixa alternativa frente a situações. Se o empregamos mal, não retornará. Se fizermos uma boa distribuição, teremos tido muitas atividades em razão deste plano, mas se ainda não soubermos o que fazer com o que nos sobra, não teremos o tempo para viver, acordar sossegado, tomar um banho mais demorado, relaxar, escutar uma música, assistir a um filme, conversar com pessoas queridas.

O tempo bem gasto acaba gerando mais tempo para se viver, ele cresce! Amplia!

E nessa espiral, o tempo precisa de uma cadência e costumo dizer a seguinte metáfora:

O tempo é no tempo, nem antes, nem depois, é no tempo. Se exagerarmos, não assimilaremos as experiências que estão a nossa frente e sofreremos de ansiedade. Se formos muito lentos, nenhum efeito surtirá.

A sintonia entre os tempos, da pessoa com a sua execução, são fundamentais. Considerando que muitas vezes precisamos de tempo para gestar as tais ideias. Esse sim não é um atraso, ao contrário, é a fertilidade, a abundância se fazendo realidade. É a pedida que antecede as nossas realizações.

 

 Para os candidatos à carreira pública é preciso ter em mente que:
"O tempo bem gasto é aquele dedicado a você mesmo, em que vai acrescentando algo diferente, modelando-o conforme a sua necessidade. E a se ver organizado e com um ritmo incorporado, terá o controle da situação. Não se exija demais e nem se critique demasiado. Caso algum detalhe no seu dia não saia como o planejado, alguma mudança sempre se tornará necessária. Somente você que é um candidato, é capaz de produzir seus resultados. Portanto invista! Administre! Torne-se capaz de empenhar-se e obter gratificação".

 

 

Luiza Ricotta

Consultoria em Performance Profissional e Pessoal

 

 

Veja também:

Seja Sábio! Escolha com o que se ocupar por Luiza Ricotta

Infográfico: O ato de desistir e as dificuldades. Por Luiza Ricotta

A importância da preparação emocional de candidatos para a Carreira Pública

 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar