E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Novas exigências para a entrada de espanhóis no Brasil passam a valer

Por: Editorial IOB Concursos
02/04/2012

Começam a valer hoje as novas exigências para a entrada de espanhóis no Brasil, que estão sendo mal recebidas na Espanha. Para muitos, as medidas são retaliação em relação aos brasileiros barrados no país na chamada "crise diplomática" de 2008. O primeiro efeito dessa atitude deverá ser a queda no número de turistas espanhóis, preveem agentes de viagens.

O governo brasileiro alega que as medidas seguem o princípio da reciprocidade, ou seja, que o País cobrará as mesmas regras que a Espanha exige dos brasileiros que viajam para lá. Mas essa hipótese é rechaçada por muitos espanhóis. "No fundo, vai ser uma espécie de vingança. E as exigências que a Espanha faz são uma imposição da União Europeia, sobretudo da Alemanha", afirma Rafael Gallego Nadal, presidente da Federação Espanhola de Agências de Viagens (Feaav).

O maior problema, segundo Vicente Blasco, presidente da Associação Empresarial de Agências de Viagens Espanholas (Aedave), é a exigência de apresentação de uma carta-convite se o turista vai ficar na casa de algum conhecido no Brasil - exigência que a Espanha já faz para os brasileiros há algum tempo.

"Quando a viagem é de negócios ou se a pessoa vai ficar em hotel, não tem problema. Para os turistas que vão ficar na casa de algum amigo lá é que é mais complicado", destacou. "Essas exigências não são muito positivas e creio que, em grande medida, vão prejudicar o turismo da Espanha para o Brasil. O turista quer facilidade. Se dificulta, ele escolhe outro destino", alertou.

Para o empresário José Miguel Arambarri, que tem negócios em vinícolas e em construção civil no Brasil, a principal mudança é a obrigatoriedade de apresentar o comprovante de pagamento da reserva de hotel para o período de estada. Ele viaja ao Brasil a cada dois meses, a negócios, e disse que até então não lhe exigiam nada além do passaporte. "Disseram que estão endurecendo as regras. Então levarei o comprovante de pagamento do hotel. Como tenho empresa, acho que não terei de apresentar comprovante de recursos financeiros. Espero não ter problemas."

O Ministério de Relações Exteriores da Espanha evitou polemizar a questão. O órgão informou que a nova postura é uma decisão soberana e o Brasil continua como um parceiro estratégico.

Turismo. Os dados mais recentes mostram que 179.340 espanhóis viajaram para o Brasil a turismo em 2010, segundo o Ministério do Turismo. Esses números mostram uma ligeira queda em relação a 2009, quando deram entrada 179.526 turistas espanhóis em terras brasileiras.

Apesar dessa redução nos últimos anos, consequência da crise econômica que assola a Espanha, Blasco destaca que Brasil e Argentina são os destinos preferidos dos espanhóis na América do Sul. "Quem viaja para o Brasil volta muito contente", observou.

O Brasil, na mão inversa, incrementou o fluxo de turistas para a Espanha de 217.610 em 2009 para 249.285 em 2010. Dados do Ministério do Turismo espanhol mostram que no ano passado o número de turistas brasileiros saltou para 360 mil, o que representa um aumento de 44% ante 2010.

Dados divulgados pela Espanha mostram que aumentou 6,7% a população de espanhóis residentes no exterior, para 1,8 milhão de pessoas - e 1,13 milhão está na América Latina. A maior concentração segue na Argentina. O Brasil aparece na quinta posição, com um aumento de 9,1% em relação a 2011.


Fonte: Estadão

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

FECHAR x
Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar