E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Governo autoriza nomeação de auditores-fiscais da Receita Federal

Por: Vanessa Cagliari
15/06/2015
Governo autoriza nomeação de auditores-fiscais da Receita Federal  


A Receita Federal foi autorizada, no dia 11 de junho, pela presidência da República, por meio do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) em conjunto com o Ministério da Fazenda a nomear 272 auditores- fiscais aprovados no concurso de 2014. O concurso da Receita Federal de 2014 ofertou 278 oportunidades para cargos de nível superior e ofereceu salário inicial de R$ 14.965,44 para o cargo de auditor. Com as novas convocações, mais de 500 candidatos serão chamados durante a validade da seleção, que vai até 3 de julho de 2015.

 

A decisão tem o objetivo de diminuir a defasagem de funcionários, no entanto, ainda é necessário abrir novo concurso para preencher todas as vagas, uma vez que todo ano cerca de 600 auditores se aposentam, conforme informou Francisco Lessa, coordenador geral de Gestão de Pessoas da Receita Federal. "Precisaremos sim realizar um novo concurso em 2015. Uma providência não exclui a outra, porque a necessidade é muito maior”, disse.

 

Somente para o cargo de auditor-fiscal, foram solicitadas 2 mil vagas ao MPOG e para o cargo de analista-tributário, a quantidade de oportunidades ainda não foi revelada. A remuneração inicial oferecida para o cargo de analista é de R$9.629,42, já a função de auditor oferece salário no valor R$16.116,64 e para conquistar um dos cargos, é exigido como requisito, escolaridade de nível superior completo em qualquer área.

 

O novo secretário da Receita, Jorge Rachid afirmou na reunião com o Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), que a abertura do concurso para as funções de auditor-fiscalanalista-tributário e cargos administrativos será realizada ainda em 2015, assim que o MPOG autorizar.

 

A expectativa é que o concurso esteja entre os primeiros a serem autorizadas pelo Ministério do Planejamento depois que o governo divulgou o Orçamento da União para 2015. De acordo com o sindicato dos auditores, a Receita Federal é responsável pela arrecadação de 70% de todos os tributos do país.

 

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados realizou audiência pública, em maio, para discutir o aproveitamento dos candidatos aprovados na seleção que foi homologada em 2014 e, em outubro do mesmo ano, o MPOG autorizou a nomeação de 278 aprovados. A deputada Geovania de Sá (PSDB-SC) ressaltou que outros 272 candidatos “aguardavam ansiosamente pela nomeação”, sabendo que o prazo de validade estava próximo do fim.

 

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar