E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

Concurso PM/SP Autorizado: Mais de 2.200 vagas para nível médio

Por: Daniel Fernandes
25/07/2017
 concurso pm-sp

De acordo com o site oficial da Polícia Militar de São Paulo, foi autorizado novo concurso público para 2.200 vagas para o cargo de soldado e mais 221 para alunos oficiais (Concurso PM-SP 2017/2018). A expectativa é que, com a autorização, o edital seja publicado nos próximos meses.

 

Segundo o último edital, os candidatos devem ter formação de ensino médio completo, idade mínima de 17 e máxima de 30 anos, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no mínimo em categoria "B", além de ter, descalço e descoberto, 1,60m de altura se homem e 1,55m de altura se mulher.

 

O salário inicial do Soldado PM-SP é de R$ 2.992,54, sendo R$ 1.178,88 de base, mais R$ 1.178,88 por Regime Especial de Trabalho Policial (RETP), previsto na Lei nº 10.291 e de R$ 634,78 de insalubridade.

 

[Atualização 24/08]

Por meio de publicação em diário oficial, foi feita a escolha banca organizadora do concurso para soldados. Como normalmente ocorre, para os dois certames, a banca será a Fundação Vunesp.

Último Concurso PM-SP

O último concurso da PM-SP ocorreu em 2016 e ofertou 2.293 vagas para Soldado PM de 2ª Classe no Quadro de Praças masculino e feminino. A Fundação Vunesp foi escolhida como banca organizadora e deve coordenar o próximo concurso.

 

Processo Seletivo do Concurso PM-SP

Seguindo as últimas edições de seleção, as etapas devem ser realizadas da seguinte forma:
- Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, composta por questões de múltipla escolha (língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais, noções básicas de informática e noções de administração pública);

- Prova de Redação;

- Exames de Aptidão Física;

- Exames de Saúde;

- Exames Psicológicos;

- Investigação Social;

- Análise de Documentos.

 

Tatuagens

Um assunto que causa polêmica nos concursos da PM-SP é a cláusula sobre a permissão ou não de tatuagens corporais. Segundo o edital do último concurso, o candidato ao ingressar no cargo poderá apresentar tatuagem, exceto quando:

- for visível na hipótese do uso de uniforme que comporte camisa de manga curta e bermuda, correspondente ao uniforme operacional de verão;

- divulgar símbolo ou inscrição ofendendo valores e deveres éticos inerentes aos integrantes da Polícia Militar;

- fizer alusão a ideologia terrorista ou extremista contrária às instituições democráticas ou que pregue a violência ou a criminalidade;

- incite discriminação ou preconceito de raça, credo, sexo ou origem;

- alusiva a ideia ou ato libidinoso; ou ato ofensivo aos direitos humanos.

 

E-mail já cadastrado. ×

Receba nossas novidades

 

Leia mais sobre concursos públicos e tatuagens:

A exclusão de um candidato com tatuagem e a decisão do STJ

O tabu das tatuagens nos concursos públicos

Candidato em concurso impedido por tatuagem consegue amparo na Justiça



Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar