E-mail/Senha incorreto. ×

ESQUECEU SUA SENHA?

Não se preocupe. Basta informar o e-mail que você usou para se cadastrar em nosso site.

ANTT tem edital com 135 vagas que pagam até R$ 10 mil

Por: Editorial IOB Concursos
29/05/2013
 A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou edital, nesta quarta-feira (29), onde abre 135 vagas de níveis médio e superior, nas cidades de Brasília/DF, Boa Vista/RR, Porto Velho/RO e Rio Branco/AC. Deste total, 5% serão reservadas a pessoas com deficiência.
 
Aos candidatos com nível médio, as inscrições são de técnico administrativo (10) e técnico em regulação de serviços em transportes terrestres (45); que oferecem salários de R$ 4.760,18 e R$ 4.984,98, em jornadas de trabalho de 40 horas semanais, respectivamente.
 
Já aqueles com nível superior podem concorrer à analista administrativo, nas áreas de administração (5), biblioteconomia (4), ciência política (1), ciências contábeis (2), comunicação social (1), direito (3) e tecnologia da informação, em desenvolvimento de sistemas (3) e infraestrutura em TI (1); cujos salários são de R$ 9.263,20 para 40 horas semanais.
 
A mesma escolaridade é exigida para o cargo de especialista em regulação de serviços de transportes terrestres, nas áreas de ciências contábeis (1), direito (16), economia (6), engenharia ambiental e engenharia florestal (2), engenharia civil (23), engenharia civil / engenharia de produção (13) e estatística (2). As remunerações, nestas funções, são de R$ 10.019,20, em jornadas de 40 horas semanais.
 
Inscrições e provas
As inscrições começam a valer no dia 10 de junho, a partir das 10h, pelo site do Cespe/UnB, em www.cespe.unb.br. Para tanto, é necessário pagar taxas de R$ 80 a R$ 100, de acordo com o cargo pretendido. O prazo para garantir a participação se encerra no dia 2 de julho.
 
Os pedidos de isenção no pagamento serão aceitos pelos mesmos período e site de inscrições, somente para os candidatos membros de família de baixa renda, que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
 
Todos os participantes do concurso realizarão provas objetivas, com questões sobre conhecimentos gerais (língua portuguesa, noções de direito, ética no serviço público, agências reguladoras, defesa da concorrência e legislação) e específicos, além de prova de redação de texto dissertativo.
 
Também haverá avaliação de títulos para analista e especialista e curso de formação para os especialistas. A aplicação da prova objetiva será em 11 de agosto.
 
Fonte: site do JC Concursos.

Veja o que outras pessoas acham deste conteúdo. Comente você também.

Deseja mesmo encerrar esse chat?


Motivo:


Encerrar Cancelar